Rede varejista Leader quer dobrar seu número de lojas

por

Meta da empresa de varejo é atingir 120 pontos de venda até 2013. Neste ano serão abertas 25 unidades.

Com a ambiciosa meta de dobrar o número de pontos de venda no País até 2013, alcançando 120 unidades, a Leader anunciou que pretende abrir 25 novas lojas este ano. Já estão confirmadas novas unidades no Rio de Janeiro, Alagoas, Minas Gerais e Espírito Santo. Atualmente, a sexagenária varejista carioca tem 62 lojas em oito Estados.

Não será desta vez, no entanto, que a Leader chegará à São Paulo, onde está presente por meio de sua operação de comércio eletrônico — cuja receita já corresponde à da loja física de maior faturamento da rede.

“Por seu tamanho e importância, São Paulo requer um planejamento especial e mais robusto. No entanto, nossa marca já tem reconhecimento na região por meio do nosso site, que tem hoje 20% de suas vendas realizadas por consumidores do estado. Isso torna a penetração da marca mais consistente em uma futura chegada das lojas físicas ao mercado”, explica Sérgio Griffel, diretor comercial da empresa.

Reposicionamento

A ideia de reposicionar a marca Leader veio para conferir uma maior unidade à comunicação das lojas. Para isso, a rede adotou um novo slogan, “Sua moda, sua casa, sua vida”, que será trabalhado em todas as ações da marca este ano.

“A nova coleção outono-inverno, que acaba de chegar às lojas, é a primeira a ganhar esta assinatura. Não trabalharemos com anúncios institucionais, optamos por apresentar o posicionamento ao longo do ano em nossas campanhas”, diz Griffel.

O reposicionamento é resultado de uma pesquisa qualitativa iniciada pela Leader no segundo semestre de 2011, realizada pela Artplan (que também assina a nova campanha) e o instituto de pesquisa Ideia Consumer Insights. Segundo Griffel, o estudo mapeou a opinião de consumidores e comportamentos de consumo em praças consideradas de grande representatividade para a marca, como Salvador, Belo Horizonte e Rio de Janeiro. “A pesquisa apontou o reconhecimento do público quanto à variedade de departamentos e o nosso mix de produtos como pontos fortes da marca”, afirma.

A adoção de um conceito único em todas as ações de marketing da marca veio após uma avaliação de que o varejo passou por uma grande transformação. “Não se usa mais o posicionamento por campanha e sim um único, com conteúdos distintos. Este novo posicionamento será traduzido em todas as campanhas e pontos de contato com o cliente”, acrescenta.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *